Crescimento com alta performance é um dos ideais de qualquer gestor. Por isso, entender quais fatores influenciam no alcance dessa meta é fundamental. Um deles é a digitalização de negócios, tema deste artigo.

Mesmo que o protagonismo da tecnologia nos negócios seja cada vez mais evidente, muitas empresas ainda relutam em adotar ferramentas inteligentes. Esse equívoco acaba por retardar o desempenho e impedir o avanço.

Continue a leitura e entenda como a automação digital pode ser implementada e como o RPA é uma figura central nessa transformação.

A hora certa de modernizar o negócio

O conceito de escalabilidade certamente é um dos mais falados atualmente no mundo corporativo. Escalar um negócio implica em aumentar a produtividade e o faturamento sem, no entanto, aumentar as despesas.

Alcançar esse tipo de performance é desafiador, porém, é o segredo do sucesso no mercado atual. Se você deseja conseguir essa vantagem competitiva, um dos primeiros caminhos que precisa trilhar é o da transformação digital na sua empresa.

Atualmente, a modernização e automação dos processos corporativos tem sido a chave para conseguir aumentar a produtividade e inovar mais sem que a linha de gastos também suba em seus gráficos corporativos.

O RPA na digitalização

É impossível falar de digitalização de negócios sem falar de RPA — Robotic Process Automation. Essa é a ferramenta de automação que sua empresa precisa para otimizar o tempo e as atividades.

Para entender a necessidade do RPA na organização, basta listar a quantidade de processos que fazem parte da rotina da sua empresa. Certamente seu mapeamento vai apontar que muitas dessas tarefas são passivas de digitalização e estão ocupando um tempo precioso das equipes.

Assim, a função principal da automação robótica é transformar essas atividades repetitivas de rotina em um processo autônomo e digital que, além de tudo, integra todos os sistemas.

Ao contrário da visão ultrapassada de que a tecnologia robótica substituiria o trabalho humano, o que acontece é que ela se torna uma grande aliada, otimizando o tempo e valorizando os recursos de capital humano.

Os benefícios desse investimento

Com o objetivo de mostrar como a digitalização de negócios pode mudar a realidade da sua organização, separamos alguns dos principais benefícios de investir em RPA.

Favorecimento da escalabilidade

Ferramentas digitais são extremamente favoráveis às empresas que desejam escalar o negócio. Isso porque o mesmo sistema tem potencial para dar conta da demanda independentemente de seu crescimento.

Um processo de crescimento tradicional seria condicionado à contratação de mais funcionários, que dessem conta dessas pequenas atividades rotineiras. Assim, o RPA possibilita um crescimento com custos mínimos por meio da automação.

Diminuição de erros

O uso de sistemas manuseados por profissionais é vulnerável a diversos erros, desde equívocos na digitação até fraudes de dados. Isso pode se tornar um gargalo produtivo da empresa. Um sistema automatizado integra toda a empresa e permite a maximização da produção, eliminando as chances de erros.

Ganho de tempo para inovação

Muitas empresas acabam paralisadas em certo ponto por conta da sobrecarga de tarefas burocráticas em seus colaboradores. São tantas questões rotineiras a serem tratadas que falta tempo para explorar processos criativos.

A agilidade proporcionada pela digitalização de negócios permite que os times de talentos concentrem esforços no desenvolvimento de inovações e na busca por uma alta performance.

Possibilidade de análise

Contar com uma ferramenta de RPA ainda garante que a gestão terá uma visão ampla do funcionamento da empresa e dos resultados a partir dos inúmeros relatórios e métricas que podem ser gerados. Isso influencia diretamente em uma tomada de decisão mais sábia e acertada.

A melhor forma de digitalizar

Está na hora de abordarmos alguns passos que sua gestão pode seguir para a digitalização de negócios acontecer de forma eficaz. Veja a seguir.

Mapeamento de necessidades

A primeira etapa para investir em tecnologia de RPA é mapear os processos de sua corporação. Como falamos, são inúmeros os processos que já são passíveis de automação, mas muitos deles passam despercebidos pela gestão, de tão comuns.

É preciso observar atentamente as rotinas e identificar quais se encontram dentro dos critérios de automação. Entre esses critérios estão:

  • grau de repetição e periodicidade da repetição;
  • tempo gasto com o processo diariamente;
  • valor agregado à tarefa;
  • previsibilidade do processo;
  • se são dados estruturados;
  • risco de erros manuais e consequências.

Definição de investimento

A implementação de um sistema de RPA implica em um investimento, ainda que ele seja bem menor se comparado à contratação de mais funcionários ou ao uso de tecnologias não integradas.

Assim, é preciso definir o quanto a empresa pode investir nessa modernização. Para isso, é fundamental elencar as prioridades de automatização considerando o retorno sobre investimento (ROI) que elas terão.

Escolha do design

Em seguida, é o momento de buscar o sistema que atenderá às necessidades da sua organização nas áreas escolhidas para a automação. É fundamental garantir que ele vai integrar as áreas mapeadas, estar dentro do budget e ter real eficiência a longo prazo na produtividade das equipes.

Nessa fase, é possível também fazer testes com diversos fornecedores a fim de escolher qual é o mais adequado à realidade da sua empresa.

Implementação

Finalmente será possível fazer a implementação e ver seu RPA trabalhando ativamente para otimizar as rotinas das empresas. O sistema deve ser monitorado por um profissional que vai garantir o bom funcionamento e cuidar atualizações necessárias.

Essas atualizações devem ser feitas toda vez que o ciclo de uma tarefa for alterado para que o programa trabalhe da forma desejada.

Acompanhamento de resultados

Uma das grandes vantagens de usar uma solução de RPA na digitalização de negócios é a possibilidade de acompanhar as métricas geradas pelo próprio sistema.

Elas mostrarão os resultados produzidos e, assim, a gestão vai poder comparar o que está sendo feito com o funcionamento manual anterior. É a hora de verificar se o ROI foi atingido, quanto tempo está sendo poupado e quais outras tarefas também podem passar a ser integradas na automação.

Pronto para modernizar sua empresa e experimentar os benefícios da transformação digital? Esperamos que este texto motive você a investir na digitalização de negócios e no crescimento saudável da sua corporação.

Se você quer entender mais sobre as tecnologias que integram o mercado corporativo atual, siga a Biti9 no FacebookTwitterLinkedIn e YouTube. Temos muito conteúdo valioso para compartilhar com você.