Hoje em dia temos novas tecnologias surgindo a todo o momento, acompanhando a necessidade das pessoas na rotina diária. O que também vem ganhando mais espaço é a automação hospitalar, um fenômeno que garante diversas vantagens às instituições, aos pacientes e aos funcionários.

A automação hospitalar diz respeito ao funcionamento do dia a dia das instituições sob controle de um programa que permite que as operações sejam realizadas sem o trabalho humano. Desde a entrada dos pacientes até a liberação, as tarefas são realizadas de maneia mais ágil e fácil, reduzindo e otimizando o tempo de funcionários, pacientes e gestores.

Em um mercado cada vez mais competitivo e moderno, a automação hospitalar é um investimento que consegue aumentar a produtividade e a rentabilidade da instituição de saúde. Confira, a seguir, as suas principais vantagens. Boa leitura!

1. Atendimento ao paciente de maneira rápida e eficaz

As instituições de saúde são um modelo de negócio em que o serviço prestado à população é a manutenção da saúde. O cliente é sempre o mais importante, assim como em todos os modelos de negócio. Mas, no caso dos hospitais, ele se figura no paciente, que necessita de atenção e cuidados bem maiores.

Em hospitais inteligentes, todas as atividades são compostas por técnicas menos debilitantes e mais eficientes, desde a recepção até os processos cirúrgicos e recuperação. E isso só se torna possível graças a maquinários e instrumentários seguros e totalmente dotados de qualidade e de tecnologia.

A automação hospitalar evita problemas como erros na identificação de pacientes e falhas de equipamentos médicos. Isso acaba aprimorando a qualidade de exames e de diagnósticos e aumentando a segurança e a qualidade do atendimento ao paciente.

Além disso, a chance de falha por parte dos médicos é reduzida, uma vez que os procedimentos se tornam padronizados. Assim, é possível um atendimento com menores consequências adversas e mais preciso.

2. Maior segurança na administração de medicamentos

Por meio do uso de códigos de barra em pulseiras de identificação dos pacientes, em remédios e produtos, torna-se possível garantir a segurança na administração dos medicamentos. Consequentemente, isso elimina muitos erros médicos, além de promover um tratamento bem mais eficiente para a população.

3. Diminuição dos custos hospitalares

Com muito mais tempo para de dedicar ao que realmente interessa, a equipe vai contribuir bem mais para uma eficiência maior do hospital. E uma instituição eficiente, sem dúvidas, gera muito mais lucro — ainda mais depois de uma reestruturação dos gastos. Isso porque, além de solucionar os principais problemas de desperdício em hospitais, a automação hospitalar é capaz de reduzir os custos considerados básicos na gestão.

Apesar de o investimento inicial preocupar um pouco, em um curto prazo a implantação dessa tecnologia vai conseguir mostrar resultados bem satisfatórios. Afinal, com menores gastos para o funcionamento, sobra mais recursos para serem realocados e investidos em setores de maior necessidade.

4. Localização rápida de itens necessários

Para as situações normais ou de emergência, a administração de produtos e de remédios de forma rápida é imprescindível para a melhora do paciente e para a recuperação de sua saúde. Por meio do uso de código de barras que já mencionamos e de um controle de estoque é possível administrar a localização exata de medicamentos e de produtos com precisão.

5. Melhoria na gestão de equipamentos e produtos hospitalares

Com o monitoramento automatizado de equipamentos e com um software de gestão adequado, o gestor da instituição de saúde consegue acompanhar os indicadores de funcionamento, os serviços com uma demanda bem maior, materiais mais usados, o número de pacientes atendidos por mês etc. Logo, todos esses aspectos considerados tornam a gestão mais fácil — claro que sempre aliados ao desempenho de cada processo e de cada setor.

6. Satisfação dos pacientes

Hoje, por meio de um celular, os pacientes conseguem receber os seus exames e procedimentos, consultar a receita médica de forma online, controlar o tempo de atendimento, fazer o agendamento da sua consulta, entre muitas outras possibilidades.

Com todas essas vantagens, todos ficam mais seguros e contentes. O hospital, ao aplicar uma pesquisa de satisfação, logo vai ver que eles notam que os processos se tornaram mais ágeis e que o atendimento tem sido feito com mais qualidade. Perdendo menos tempo do seu dia, os pacientes se sentem bem mais valorizados pela instituição, podendo voltar mais vezes.

7. Economia de tempo e mão de obra

Passar horas fazendo manutenção preventiva e calibração de equipamentos médicos é uma perda de tempo. Isso porque um software pode fazer todo esse trabalho por você.

Por que ter surpresas não desejadas com o não funcionamento de uma máquina se um software pode indicar que ele está com defeito com antecedência? Ao facilitar o diagnóstico e também o controle de qualidade de equipamentos e de pacientes, a produtividade aumenta e a taxa de erros reduz significativamente.

Com o auxílio da tecnologia para o ótimo funcionamento de uma instituição de saúde, engenheiros, técnicos, médicos, enfermeiros e toda a equipe não vão precisar fazer tarefas repetitivas que podem ser realizadas pelo sistema de automação. Assim, todos ganham muito mais tempo para se dedicar às tarefas 100% humanas, ou seja, as que nenhuma máquina é capaz de fazer.

A automação hospitalar tem um impacto extremamente grande na gestão de saúde. O engenheiro clínico, por exemplo, vai ter mais controle sobre o parque tecnológico do hospital, podendo administrar a equipe técnica de modo mais efetivo.

Os prestadores de serviço — sejam técnicos autônomos, sejam empresas — passam a acompanhar o que acontece com os equipamentos em tempo real e ter um trabalho menos burocrático. Além disso, enfermeiros e médicos, cada vez mais focados no paciente, vão ter a oportunidade de fazer atendimentos mais humanizados e confiáveis.

Entre os maiores benefícios que esses vários recursos da automação podem trazer, estão a eficiência e a modernidade. Isso assegura à instituição reconhecimento no mercado, renome, certificados de eficiência, maior confiabilidade de pacientes e credibilidade.

Com todas essas vantagens, fica claro que a automação hospitalar fornece tratamentos e medicamentos, acompanhamento preciso de pacientes, além de melhorar muito o desempenho, a visão que o mercado tem sobre o hospital e a sua estrutura. Afinal, melhorar o funcionamento da instituição de saúde e ainda ter destaque no campo de atuação não é uma excelente ideia?

Gostou do texto? Quer continuar acompanhando as nossas atualizações para aprender mais? Então aproveite para seguir as nossas páginas nas redes sociais e acompanhe tudo por lá! Estamos no FacebookLinkedInTwitter e YouTube!